A Arquitetura & Construção publicou em reportagem: “Dois anos se passaram entre a compra do terreno, em 2008, e o início da obra. Os arquitetos cariocas Tatiana Terry e Luciano Alvares não tinham pressa de construir. Antes, preferiram amadurecer o projeto da casa que ocuparia este lugar ensolarado, cercado de montanhas. ‘Era essencial que ela utilizasse materiais recicláveis ou reciclados’, explica Tatiana. ‘Pensamos em tudo: insolação correta, iluminação natural e ventilação cruzada. E ainda no aproveitamento de água de chuva para a rega, no aquecimento solar e, principalmente, que a moradia fosse simples e de pouca manutenção’, diz ela. Na verdade, a motivação desta empreitada de um ano, que consumiu grande parte das economias do casal e muita dedicação, era proporcionar às duas flhas o convívio com a natureza. ‘Tivemos uma infância com direito a quintal e pé na terra. Eu morei num sítio por muito tempo e o Luciano, em Maricá, cidade pequena. Essa era a chance de oferecer isso à nossa família. De um modo o mais ecologicamente correto possível, porque é a nossa flosofa de morar e de viver’, acrescenta ela”. Leia mais na revista.

Fonte: Arquitetura & Construção/ Reportagem: Simone Raitzik