O Segundo Caderno informou em matéria: “A arte contemporânea não é um bicho de sete cabeças, uma medusa amedrontadora pronta a pulverizar o visitante desinformado que entrar numa galeria. Criador do sucesso “Casa brasileira”, já com quatro temporadas exibidas no GNT —, o cenógrafo, diretor e escritor Alberto Renault não só tem convicção disso como decidiu compartilhar com milhares de pessoas o seu amor pela produção de artistas brasileiros. No dia 23 de março, às 23h, vai ao ar a estreia do programa “Arte brasileira”, dedicada a Beatriz Milhazes. Nos sete episódios seguintes, estarão na tela Tunga, Luiz Zerbini, Jonathas de Andrade, Adriana Varejão, Renata Lucas, Ernesto Neto e Vik Muniz. — Quando vi a agenda deles, para planejar as gravações, me dei conta de que estão inseridos num circuito internacional de arte. Por isso, pensei o programa como um diário de viagem. Eu os acompanhei em cidades onde expõem, em seus ateliês, na vida, no que os inspira — conta Renault”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Segundo Caderno/Reportagem: Nani Rubin/21/02/14