Segundo nota da coluna Sei lá, mil coisas, “primeiro foram as cabeças de cervos, alces e outros animais chifrudos que invadiram a decoração de casa. Coloridos e divertidos, os produtos de MDF para  pendurar na parede, que costumam vir desmontados, viraram mania. Tanto que a brincadeira ganhou fôlego e se multiplicou em diferentes formas, conquistando até a função de móvel. Fora  do Brasil,  lojas de design encheram as prateleiras com outros bichos de encaixe, além de  bancos e estantes nesse mesmo estilo. Agora, proliferam por aqui”. Leia mais na Revista O Globo.

Fonte: Revista O Globo/ Sei lá, mil coisas/ 21/10/12