O caderno Rio trouxe em reportagem: “Antes de começar o bate-papo sobre design, decoração e arquitetura do evento “Terças com Ela”, anteontem, no Wine Bar do Casa Cor, dentro do CasaShopping, um convidado perguntou ao arquiteto Erick Figueira de Mello como tinha sido o fim de semana. — Fui a Punta del Este para um casamento. Voltei trazendo duas mesas uruguaias sensacionais — contou o carioca Erick, que tem escritório no Rio e em São Paulo. — Agora, é decidir se fico com as mesas ou as levo para algum projeto — disse o arquiteto, arrancando um gemido da mulher, Ana Luiza. — Ela diz que eu sou uma boca de caçapa, um acumulador — explicou Erick, rindo. Quem melhor para falar de “Memória afetiva — Como as lembranças inspiram a criação,” último tema das conversas do “Terças com Ela” do que alguém que gosta de colecionar situações e objetos marcantes? — Estou vivendo um momento “memória afetiva” total. Minha mãe e minha sogra estão se mudando de suas casas para apartamentos. Dá vontade de ficar com tudo que elas vão deixar para trás. São peças que fazem parte da minha família — disse o arquiteto”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Rio/Reportagem: Ana Cristina Reis/04/12/14