Segundo reportagem da coluna Design Rio, “a primeira vez da dupla Elesbão e Haroldinho foi no fim dos anos 1990, com o fanzine “Design de bolso”. Era um manifesto, no qual os dois jovens de 20 e poucos anos, insatisfeitos com o trabalho que faziam, falavam “mal do design, da vida e do mundo”. Pouco tempo depois, eles criaram o hit “Funk do Star Wars”, que virou uma espécie de “Anna Julia” (sucesso do grupo Los Hermanos) da dupla. A música foi parar num CD pirata feito na Alemanha e, por causa dela, há quem ainda ache que eles são funkeiros. Mas não são. Elesbão (José Bessa) e Haroldinho (Claudio Reston) são designers gráficos e, hoje, após um começo cheio de experimentações (algumas, eles admitem, bizarras), são os nomes por trás da Visorama Diversões Eletrônicas, um bem-sucedido estúdio que faz filmes de animação e ações publicitárias que bombam na internet. O filme “Animais valiosos”, rodado para a ONG Quatro Patinhas, viralizou e tem cerca de quatro milhões de visualizações na internet. O trabalho, bronze este ano no festival de publicidade de Cannes, foi filmado dentro de uma pet shop e capta a surpresa de clientes ao descobrirem que os bichos são para doação e não estão à venda. A dupla também faz clipes e aberturas de novelas e programas de TV, além de projetos autorais como o filme “Oscar Niemeyer — A luta é longa” (em que eles assinam a codireção e a produção) e um documentário sobre a finada casa de espetáculos Canecão”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Rio/Design Rio/Reportagem: Simone Candida e Ludmilla de Lima/08/11/15