Segundo matéria da coluna Corpo a Corpo, “os mais de 50 anos de carreira do arquiteto e urbanista português Nuno Portas podem ser vistos na exposição ‘O ser urbano nos caminhos de Nuno Portas’, na sede do Instituto de Arquitetos do Brasil (IABRJ), no Flamengo. Maquetes, plantas e documentos que contam parte da história de Portas — incluindo projetos elaborados para o Rio nos anos 90 — fazem parte da mostra, que será aberta hoje pelo arquiteto, de 78 anos. – Como o senhor avalia o momento atual da cidade, que se prepara para receber os Jogos Olímpicos? – Em Londres, já estão reaproveitando algumas áreas e espaços construídos para as Olimpíadas. Mas, no momento atual da crise econômica das cidades, da qual estas não podem fugir, é preciso ter algum cuidado, porque  pode-se construir muita coisa que depois não servirá. E a reciclagem depois é cara”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Rio/ Ludmilla de Lima/ 18/06/13