Segundo nota da coluna do Ancelmo Gois, “depois de 35 anos fechado e abandonado, o Monumento Rodoviário, que fica ali na Rodovia Presidente Dutra na altura de Piraí, vai passar por uma grande revitalização. O escritório de arquitetura Ernani Freire, responsável pela reforma da Casa Daros, em Botafogo, é o autor do novo projeto. A ideia é devolver a dignidade ao monumento, construído em 1938 e tombado pelo Inepac. Os oito painéis externos em relevo do artista francês Albert Freyhoffer serão recuperados. Ali ficavam também quatro painéis de Candido Portinari retratando a abertura da estrada que liga o Rio a São Paulo. Depois do fechamento do monumento, eles foram levados para o Museu Nacional de Belas Artes e não devem mais retornar à Via Dutra até por razões de segurança. Aliás, o medo de assalto levou os Portinaris que estavam na Capela Mayrink Veiga, na Floresta da Tijuca, também para o MNBA. Eles estão atualmente em exposição”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Rio/ Ancelmo Gois/ 08/05/13