O site da revista Bamboo informou em reportagem: “No ano em que o Brasil sedia as Olimpíadas e surge uma profusão de projetos arquitetônicos esportivos, o escritório OSPA, de Porto Alegre, obteve êxito internacional ao desenhar o complexo esportivo para o novo campus da UFCSPA – Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre -, na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. O que mais surpreende no projeto é o campo de futebol elevado do solo. Como uma tábua flutuante, ele fornece cobertura para as quadras poliesportivas abaixo. Assim, foi possível criar vários espaços para práticas esportivas, sem abusar da ocupação do terreno de 24,6 mil m², relativamente pequeno. Além da otimização da área, a solução arquitetônica passa a sensação de grandiosidade para o campo de futebol, que se impõe no alto. O complexo prioriza a articulação urbana entre equipamentos esportivos e áreas de circulação pública. Para possibilitar o acesso da população ao campus, as catracas são instaladas somente nas entradas de cada um dos edifícios. Essa abertura para o público torna o espaço uma extensão natural da calçada e cria um eixo longitudinal que conecta os dois eixos do complexo. O projeto foi vencedor no Concurso Público Nacional de Arquitetura em 2014 e recebeu, esse ano, o  AR MIPIM Future Projects Awards, de Cannes, na França, na categoria Esporte e Estádio”. Leia mais no site.

Fonte: Bamboo/Reportagem: Carolina Junqueira/23/03/16

http://www.bamboonet.com.br/posts/escritorio-brasileiro-ospa-vence-premio-internacional-de-arquitetura-com-projeto-de-campo-de-futebol-flutuante