O Studio-X Rio, o Instituto Holandês de Arquitetos e o Consulado Geral do Reino dos Países Baixos no Rio de Janeiro apresentam a partir do dia 19 de janeiro a exposição “Arquitetura não solicitada – Unsolicited Architecture”, na sede do Studio-X Rio, na Praça Tiradentes. Na abertura, às 19h, será realizado um bate-papo com os arquitetos Pedro Rivera, do Studio-X Rio, Maria Augusta Bueno e Ligia Nobre, do SP Lab, que integra a rede global Studio-X em São Paulo, e arquitetos cariocas.

O Studio-X Rio, braço carioca da rede global da Escola de Arquitetura, Planejamento e Preservação da Universidade de Columbia, em Nova York, compartilha o prédio do Centro Carioca de Design, da Prefeitura do Rio, na Praça Tiradentes, 48.  A exposição reúne projetos e propostas urbanas, que tiveram uma base interativa a partir de experiências em diversas partes do mundo, em trabalhos realizados por importantes escritórios, como o alemão Raumlabor, o holandês DUS Architects, e o espanhol Recetas Urbanas.

“Arquitetura não solicitada” mostra ainda intervenções do artista holandês Harmen de Hoop (1959) e projetos desenvolvidos em workshops e cursos organizados pelo Instituto Holandês de Arquitetos, abrangendo os realizados em parceria com o Studio-X Rio, em 2010, no Rio de Janeiro, e em 2011, em Mumbai. Também serão apresentados os resultados de workshops realizados durante a 9ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, com o objetivo de promover o intercâmbio de experiências entre arquitetos holandeses e brasileiros. A exposição é um desdobramento da mostra homônima realizada em São Paulo por ocasião da 9ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, em novembro passado, com curadoria de Maria Augusta Bueno.

A expressão “Arquitetura não solicitada”, ou “Unsolicited Architecture”, em inglês, foi criada por Ole Bouman, diretor do Instituto Holandês de Arquitetos, em um curso no MIT (Massachusetts Institute of Technology), em 2007, e se refere a uma postura proativa, de “reinventar a profissão e desenvolver novas visões e ferramentas para lidar com os desafios atuais”.

Os projetos selecionados para a exposição ilustram as ferramentas da prática “Arquitetura não solicitada” e seus potenciais, e estão agrupados em territórios temáticos relacionados às necessidades sociais e oportunidades urgentes nas cidades. Esses territórios temáticos são “Mobilidade”, “Espaço Público” e “Vazios Urbanos”. Em “Mobilidade”, estão projetos que propõem ações que promovem a cidadania em relação à maneira que as pessoas se movem na cidade.  O foco principal dos projetos em “Vazios Urbanos” é a ocupação temporária de edificações e terrenos desocupados. Finalmente, os projetos agrupados em “Espaço Público” propõem estratégias para ressignificá-lo em diferentes contextos culturais e situações.  Esses territórios constituíram também os temas para os três workshops realizados durante a 9ª Bienal de Arquitetura de São Paulo. Da mesma forma que se apresentam mundialmente como questões relevantes, também são cruciais para os cidadãos brasileiros em seu convívio cotidiano. “Arquitetura não solicitada” ressalta a necessidade de um papel mais ativo dos arquitetos na sociedade, em vista da veloz transformação econômico-cultural no mundo.

A Escola de Arquitetura, Planejamento e Preservação da Universidade de Columbia vem, nos últimos anos, realizando diretamente ou a partir de sua rede global Studio-X uma série de parcerias com o Instituto Holandês de Arquitetos sobre o tema “Unsolicited Architecture”.  Esse trabalho conjunto já resultou na edição de um número da revista “Volume” dedicado ao tema (2008); a realização workshops com o Studio-X Rio (2010) e em Mumbai (2011); e finalmente a representação holandesa na 9ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo (2011), com a colaboração do SP Lab.

Exposição “Arquitetura não solicitada – Unsolicited Architecture”
Studio-X, Galeria Tiradentes 48, Rio
Abertura: 19 de janeiro de 2012, às 19h
[com bate-papo dos curadores e arquitetos]
Visitação pública: 20 de janeiro a 17 de fevereiro de 2012
Entrada franca
Studio-X Rio
Praça Tiradentes, 48
De segunda a sábado, das 10h às 19h