O site da Revista Casa Claudia publicou: “Em 1962, Oscar Niemeyer foi escolhido para projetar a Feira Internacional e Permanente do Líbano, um complexo de 10 mil hectares em Trípoli. Mas com o estouro de uma guerra civil em 1975, a construção dos 15 edifícios foi interrompida. O fotógrafo Anthony Saroufim documentou as estruturas de concreto inacabadas, um registro da arquitetura do brasileiro e da história libanesa.”

Leia mais: http://casa.abril.com.br/materia/fotografo-registra-obras-inacabadas-de-oscar-niemeyer-no-libano