O casarão da década de 40, com fachada preservada pelo Patrimônio, pisos de parquê e janelas que emolduram as árvores centenárias da rua Guilhermina Guinle, acaba de ganhar um sopro de juventude. Literalmente. Dois jovens empreendedores, os sócios Guga Pirá e João Daltro, formados respectivamente em direito e administração na Puc, resolveram investir em um negócio próprio: transformar o imóvel em um hostel butique, de olho na demanda para os grandes eventos previstos na agenda carioca. A empreitada deu trabalho, consumiu 9 meses de obras e reformas, redividiu os 700 metros quadrados mantendo as características originais do imóvel (projeto das arquitetas Sonia e Kathia Pirá). Mas o resultado é um espaço bem-montado, com sete quartos coletivos e quatro suítes, todos banhados com luz natural. “Chamamos vários amigos, artistas plásticos, fotógrafos, para participarem da decoração, sempre focando em ideias que valorizassem a reciclagem de materiais”, afirma Guga. Há ainda um simpático bistrô, o “Guilhermina”, no térreo, com direito a um teto coloridíssimo, forrado com mosaico de pipas, autoria da designer Laura Landau, que assina também a sala de convivência no segundo piso, com sofá baixinho montado com pallets e porta-recados feito de elásticos coloridos tensionados. Boas ideias aqui não faltam.

www.meiai.com.br

Fotos: Paprica Fotografia