O caderno Rio informou em matéria: “Bastaram cinco segundos para que o trecho central de mais de um quilômetro da Perimetral fosse abaixo. Sob chuva fina, às 7h de ontem, o prefeito Eduardo Paes acionou os 1.200 quilos de explosivos que provocaram a destruição de 31 pilares de sustentação do elevado, construído por etapas a partir dos anos 1950, e que servia como um dos principais acessos à cidade. A implosão permitirá o avanço das obras de infraestrutura na Zona Portuária, como a construção da via expressa que ligará o Aterro do Flamengo à Avenida Brasil e à Ponte Rio-Niterói, substituindo o viaduto”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Rio/Reportagem: Fernanda Pontes e Gabriel Menezes/25/11/13