Segundo matéria publicada no caderno Rio, no jornal O Globo, a reforma que ocorre há cinco meses no Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP), no Catete, não deve ser concluída no prazo previsto, que seria este mês. Como noticiou Ancelmo Gois em sua coluna no Globo, a obra está parada. Isso porque a empreiteira contratada para executá-la, a Ericson Martins Engenharia, discorda da maior parte do projeto original, elaborado por outra empresa, a Diversa Arquitetura. O prejuízo maior é da população, que desde fevereiro não pode visitar o museu. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Rio/ Reportagem: Rafaella Barros