A Revista divulgou em matéria: “A produtora de cinema Roberta SauerBronn, de 36 anos, não pode tropeçar numa portinha ou janela colorida sem que pare para fotografar. A mania de clicar (e postar no mesmo segundo no Facebook e Instagram) começou numa viagem para o Maranhão, em 2011. — Fui para um festival de cinema em São Luís e fiquei fissurada pelo centro histórico. Muitas portas, janelas e azulejos bacanas. Fiz uma centena de fotos. Depois, repeti a proeza quando visitei o interior do Alagoas. Agora, onde quer que eu vá, cato portas e janelas — conta Roberta, que ganhou e perdeu amigos com a overdose de fotos. — Depois do surto de portas e janelas, percebi que algumas pessoas deixaram de me seguir, mas achei graça nisso. Ganhei outros também”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Revista O Globo/Reportagem: Carolina Ribeiro/14/12/14