A galeria Mercedes Viegas Arte Contemporânea abriu, na quarta, dia 22, duas exposições individuais, simultâneas, dos artistas Raphael Couto e Cristina Lapo, na Gávea, Rio de Janeiro.

Raphael Couto apresenta Tronco, sua segunda individual na galeria, resultado de experimentações recentes baseadas na  performance e seus desdobramentos: vídeos fotografias. “Essas ações, encontros entre corpo, arquitetura e natureza, partem de um desejo de um corpo mais físico em sua totalidade – ao mesmo tempo estranho e harmônico no ambiente”, explica o artista.

Já Cristina Lapo, expõe a mostra Entrelinhas, na qual manipula de várias maneiras elementos básicos: ponto, linha e plano. Ela se interessa por esgarçar as possibilidades de combinações desses elementos e de seus atributos. Assim, a linha pode assumir diversas características visuais. Desenhos produzidos por sulcos em uma superfície, que ficam no limite da representação figurativa de objetos conhecidos, mas que não o são de fato; linhas que aparentam se movimentar no espaço – mas estão em uma superfície plana –, como um registro fotográfico no tempo; e conjuntos de linhas agrupadas ordenadamente sobre um plano, representando outros planos, que remetem a arquiteturas, embora sejam abstrações. Até o dia 29 de abril.

Confira nas fotos quem esteve por lá.