O portal da Anna Ramalho publicou em nota: “A nova coleção de luminárias tem nos traços geométricos, da maior simplicidade, sua grande beleza. Até pouco tempo, o nome de Maneco Quinderé estava só associado ao teatro – onde fez a iluminação de importantes e numerosas peças, ganhou muitos prêmios e começou uma carreira vitoriosa há 30 anos. Depois também assinou desfiles de moda de marcas importantes, e a partir do ano 2000 começou a fazer projetos luminotécnicos residências e comerciais. A parceria com alguns arquitetos tops do Rio é pra lá de bem sucedida.

No ano passado, ele criou a primeira linha de luminárias, onde a sutileza de cada peça emociona. O mesmo estilo inconfundível está presente na atual coleção, lançada na ArtRio, no começo deste mês. Sete peças em mármore e latão se integram com o equilíbrio de quem domina a arte da delicadeza. “Meu lado designer é feito de memórias afetivas que vêm lá da infância, no Piaui. Fiquei com essas imagens na cabeça e quando desenho elas surgem de maneira espontânea”, declara.

O design prioriza a função, mas quem disse que ele deixa escapar o lado poético? As luminárias são pontos de luz com linhas leves. “Gosto muito de iluminar uma casa com aquele acolhimento que a gente consegue com alguns pontos de luz. O mundo externo já está muito poluído e cheio de ruídos. Dentro de casa, um ambiente quase a meia luz faz bem para a alma”. O multitalento de Maneco Quinderé se expressa com sensibilidade nas lindas peças que já são objeto de desejo.”

Fonte: por Elda Priami

Veja no site:

http://www.annaramalho.com.br/news/blogs/elda-priami/72980-maneco-quindere-design-sutil-e-arrojado.html

escritório@manecoquindere.com.br

maneco quinderémaneco quinderé

poulepoule

casqcasq

branchebranche

lantlant

entôentô

chetchet

ampôampô