A coluna Gente Boa publicou em nota que “Maurício Torres Assumpção mudou-se para Paris em 2008 e seu primeiro endereço foi perto da sede do Partido Comunista Francês, projetado por Oscar Niemeyer. Foi lá que ele teve a ideia de pesquisar personagens e curiosidades brasileiras na cidade, assunto de “A história do Brasil nas ruas de Paris” (Ed. Casa da Palavra), que tem lançamento hoje, na Travessa do Leblon. O livro lembra, por exemplo, das feijoadas de Tarsila do Amaral em seu apartamento perto do Rio Sena, e do dia em que Santos Dumont aterrissou o seu dirigível em plena Champs-Élysées, onde morou”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Segundo Caderno/Gente Boa/10/09/14