O casarão do início do século 20, na Lapa, mais precisamente na rua do Lavradio, é sede, a partir de hoje, de um encontro dos mais celebrados: os designers Sergio Rodrigues e Fernando Mendes apresentam aqui peças de sua autoria ainda inéditas para o público. Com curadoria de Sergio Zobaran e Walton Hoffmann, o evento, digno de figurar na agenda de qualquer museu de design, é um programão e inclui 12 móveis que discutem, justamente, o diálogo desses dois profissionais, que trabalharam juntos por sete anos (1993 a 2000) e mantêm muitas afinidades, apesar da diferença de gerações. “É a pororoca do design moderno com o contemporâneo”, revela o curador Sergio Zobaran.

Em uma montagem bacana, é possível ver, espalhadas pelo Mercado Moderno, móveis inéditos, como a poltrona Xibô (apelido de Sergio usado para nomear a versão masculina da conhecida Kilin), de 2013, além da Cuiabá (desenvolvida em 1985 para um hotel da capital de Mato Grosso); o banco Leif (reedição da peça feita para um cliente em 1996) e a cadeira Fernando, de 2012 (que Sergio fez em homenagem ao parceiro Fernando Mendes). Já o jovem “discípulo” trouxe também novidades: a mesa de centro Grampo, o aparador Beatriz (em homenagem à Vera Beatriz, esposa de Sergio), e a cadeira Rê, todos desenhos recentes, em 2013. Dê uma olhada também na poltrona Ventura, de 2012, feita para Zuenir e Mary Ventura, além das consagradas cadeiras Aviador e Santos Dumont.

A mostra fica em cartaz até 30 de maio, de segunda a sexta, das 9h às 18h e sábado, das 9h às 13h. O Mercado Moderno fica na Rua do Lavradio, 130. Tel. 2508-6083.