O caderno Rio trouxe em reportagem: “Ainda não será neste verão que cariocas e turistas vão se ver livres dos tapumes instalados no calçadão de Copacabana e Leme. Isso porque a empresa Orla Rio ainda está distante de concluir a modernização dos quiosques dos dois bairros, trabalho que se arrasta por mais de uma década. Os não mais tão novos equipamentos inaugurados no período já até apresentam sinais do tempo, como ferrugem e vidros quebrados. A concessionária chegou a prometer, em maio, finalizar o trabalho na região em outubro. O prazo mais uma vez não foi cumprido, como aconteceu outras vezes. Das 64 unidades da região, 18 continuam com design antigo, quadrado e de madeira, convivendo lado a lado com 46 assinados pelo escritório Índio da Costa. Quem caminha pelo calçadão esbarra hoje em quatro frentes de obras. Outras cinco devem ser abertas a partir de janeiro, após a festa de réveillon, para que, enfim, esse trecho da orla esteja inteiramente repaginado a tempo da Copa do Mundo, em junho”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Rio/Reportagem: Renata Leite/05/12/13