Uma das grandes profissionais de arquitetura e decoração carioca, Mônica Gervásio afirma que sempre teve um olhar muito curioso para as formas, o que fez com que optasse por essa profissão. Em entrevista ao Radar Decoração ela falou sobre os projetos que está fazendo atualmente e revelou que adoraria projetar um hotel.

RD: Por que você escolheu a arquitetura?
M.G: Desde muito cedo já tinha um olhar curioso para as formas. Isso era muito forte em mim e a arquitetura foi uma consequência. 

RD: Como você define seu estilo e como foi o caminho que você percorreu para desenvolvê-lo?
M.G: Difícil de definir, mais acredito que ele é atemporal, vive em constante mudança. Pesquiso todo o tempo, faço Pós-Graduação. Busco sempre o novo e isso acaba refletindo positivamente no resultado final do trabalho. Harmonizar o novo com o conforto acaba por agradar aos olhos.

RD: Como se dão suas escolhas diante de um mercado com tantas fontes e possibilidades?
M.G: As escolhas acontecem naturalmente. Gosto de priorizar materiais ecológicos e sustentáveis, que além de agregar valor, embelezam e dão personalidade ao projeto.

RD: Como você se informa sobre o mercado de decoração?
M.G: Principalmente através de viagens e revistas.

RD: Quais você acredita serem as peculiaridades do mercado carioca? O que falta nesse mercado?
M.G: É um mercado que espera de você muita criatividade, o que se deve ao fato de ser uma cidade de uma enorme beleza natural. O Rio de Janeiro está em evidência devido às Olimpíadas e à Copa do Mundo. A cidade estará se preparando para acolher todos os seus visitantes e terá a grande possibilidade de se mostrar para o mundo. Uma das consequencias é o aquecimento do mercado de arquitetura e decoração nesse momento. Seria muito importante agora que os escritórios de arquitetura e decoração unissem suas expertises e fizessem a diferença num mercado de competitividade mundial.

RD: Qual o estilo da sua casa? O que você gosta de ter nela?
M.G: Ela reflete um estilo clássico contemporâneo, com tons claros e neutros, em que as cores estão nos quadros e acessórios. O que realmente adoro e priorizo é o conforto que minha casa tem que oferecer.

RD: Conte um pouco sobre os projetos que está fazendo atualmente? Tem algum que está curtindo especialmente?
M.G: Estou com onze projetos, dentre eles alguns finalizando, outros em fase de projeto ainda e outros em plena obra. Tenho um carinho especial por cada um deles, por suas diferentes histórias. Finalizamos a decoração de uma cobertura na praia para uma construtora e um escritório comercial. Esse tipo de trabalho é sempre muito prazeroso de realizar, pois acontece com muita liberdade de criação e acaba por somar um ganho muito grande no resultado final. Para não deixar de falar, um deles é especialmente diferente pela pequena metragem e o tudo que tivemos que colocar dentro de seus 50 metros quadrados, um mini “loft” (dormitório, cozinha, um mini Home Office, banho e uma mini academia). Isso tudo harmonizando descontração, leveza e muita tecnologia para agradar um jovenzinho de 19 anos. O resultado foi excelente.

RD: Algum projeto que sonha em fazer e ainda não fez?
M.G: Um Hotel seria perfeito.