A coluna Gente Boa trouxe em nota: “Pelo menos quatro móveis criados por e que faziam parte do mobiliário da Casa das Canoas sumiram de lá — e não se sabe aonde foram parar. A família do arquiteto deu pela falta de uma chaise longue (avaliada em R$ 80 mil), duas poltronas e uma mesa. Todos os móveis da casa, projetada por Niemeyer em 1951 e que hoje em dia é alugada para festas e eventos, estavam catalogados. A possibilidade de alguém da própria família ter levado as peças não foi descartada”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Segundo Caderno/Gente Boa/01/10/14