A Revista divulgou em matéria: “É preciso olhar de pertinho para entender do que se trata. O trançado de cordas náuticas — as mesmas usadas por marinheiros na arte de fazer nós — abre possibilidades de desenho, textura e cores para móveis de área externa. Queridinha da vez, a matéria-prima anda quebrando a hegemonia do trio vime, plástico e madeira de demolição. Cadeiras de balanço, espreguiçadeiras e pufes assinados pelas italianas Paola Lenti e Patricia Urquiola, estrelas da Semana de Design de Milão, ajudaram a difundir o uso de cordas náuticas no mobiliário. Por bandas brasileiras, já foram eleitos alguns hits, como a cadeira Painho, desenhada por Marcelo Rosenbaum, e a poltrona Pão de Açúcar, criação de Manuel Bandeira”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Revista O Globo/Reportagem: Joana Dale/17/01/16