O caderno Rio trouxe em matéria: “Ao conjunto de imóveis cariocas alçados ao status de patrimônio municipal, por sua importância histórica, cultural e paisagística, junta-se agora um belo palacete, em estilo neorrenascentista, construído em 1859, no Flamengo. O casarão, que desde os anos 20 faz parte do complexo do Colégio Metodista Bennett, já simbolizou todo o poder e riqueza de uma influente família fluminense proprietária de grandes fazendas de café. Um clã tão prestigiado na corte que quatro de seus membros ostentavam títulos de nobreza, entre eles, Antônio Clemente Pinto Filho, o barão de São Clemente, então felizardo dono do palacete, agora protegido”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Rio/Reportagem: Laura Antunes/11/01/14