Segundo matéria do caderno Rio, “o prefeito Eduardo Paes decidiu negociar diretamente com a União a mudança da localização do futuro píer em Y, que será construído na Zona Portuária, pela Companhia Docas, para receber transatlânticos. Após conversar na quarta-feira por telefone com a ministrachefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, Paes encaminhou a Brasília, ontem, uma proposta para que a estrutura seja remanejada e fique entre os armazéns 6 e 7. Paes afirmou que o município está disposto a ajudar Docas com recursos caso as despesas com a dragagem do canal de entrada do Porto sejam maiores do que o calculado no projeto original, que prevê a construção do píer entre os armazéns 2 e 3”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Rio/ Reportagem: Luiz Ernesto Magalhães/ 24/05/13