O caderno Ela publicou em reportagem: “Antonio Fontana decidiu ter uma casa no Rio antes mesmo de pisar pela primeira vez em solo carioca. O estilista, que nos últimos 13 anos foi assistente de Miuccia Prada — sendo cinco deles como diretor de design na Prada e os outros oito ocupando a mesma função na Miu Miu, onde trabalhou até a última coleção de inverno da marca — ficou embasbacado com o que viu ainda no ar em sua primeira vinda ao Rio, há 8 anos. O verde misturado com o azul do mar e o cinza das pedras encantou. Em cinco dias, já estava com a escritura de um apartamento em Ipanema nas mãos. — Primeiro me apaixonei pela cidade, depois pelas pessoas. Comecei a buscar uma casa porque sabia que iria voltar muitas vezes — lembra ele, que visitou 20 endereços antes de chegar ao que comprou, localizado na Barão da Torre. Na entrada do prédio dos anos 50 ele já sentiu um bom pressentimento ao subir o elevador, que tem vista para murais de azulejos com desenhos azuis e brancos entre os andares. Ficou ansioso, e quando abriu a porta e viu os ambientes todos originais não teve dúvida de que seria ele. — A década de 50 no Brasil foi incrível e o apartamento reflete essa história — elogia”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Ela/ Reportagem: Livia Breves/ 02/03/13