Serão mais de 100 bandas, 120 mil pessoas por dia, sete dias de shows, mais de R$100 milhões investidos… Por esses números todos, já sabemos do que se trata: Rock in Rio. Mas e quanto aos 300 vasos de flor, 15 toneladas de terra, 13 coqueiros de 12 metros de altura e mais uma quantidade enorme de plantas? Estes também são dados do maior festival de música do mundo e têm como responsável um nome que pode não ser o de um astro de rock, mas é quase tão famoso quanto: Marcelo Faisal. Engenheiro agrônomo e arquiteto, Faisal atua há mais de 20 anos como paisagista, faz projetos pelo mundo todo e já tem experiência de trabalho em grandes eventos musicais, como os shows de Madonna, Stevie Wonder e U2.

O trabalho para o Rock in Rio começou há um mês e o paisagista assina vários espaços, como a área vip, o camarote e os banheiros públicos. Os coqueiros entraram na área de convivência do setor vip, onde também está sendo feito um jardim suspenso belíssimo, com bacias em que serão colocadas agaves. “Em todos os coqueiros colocamos uma serragem que normalmente é jogada fora, porque nos preocupamos em usar materiais sustentáveis. Ela é ótima e pode ser usada tranquilamente, já que não vai ser permitido fumar no local”, conta Faisal mostrando sua preocupação com os detalhes, que está presente o tempo todo.

Nos banheiros, por exemplo, ele escolhe o lugar de cada vaso para que o símbolo do evento não fique tampado. “Esses banheiros vão ser verdadeiros boulevards. Queremos mostrar o privilégio que é desfrutar de um jardim desses e estimular o respeito por essa área, incentivar a manutenção da limpeza do banheiro”, diz.

Faisal também conta sobre uma encomenda feita pelo próprio Roberto Medina, idealizador do evento. “Ele me pediu para fazer árvores de vime que serão espalhadas em lugares definidos por ele”, explica. Segundo o paisagista, as plantas terão manutenção diária durante os 15 dias em que o evento estará montado. Ele finaliza mostrando a área dos camarins atrás do palco Sunset, em que ele quer criar uma praça, já que é o lugar onde os artistas vão fazer um som só entre eles.