A coluna do Ancelmo Gois publicou nota sobre sugestão para cantinho do Rio: “Veja a sugestão da Bárbara Heliodora, a querida ensaísta e crítica de teatro que mora no Largo do Boticário, aquele pedaço histórico de casarões de estilo neocolonial que está abandonado pelo poder público. “É claro que, respeitando sempre o aspecto externo das edificações, é preciso que o prefeito apoie e  estimule a aprovação da lei flexibilizando a ocupação de casas antigas tombadas. Assim, elas poderiam ser transformadas em escritórios, prédios multifamiliares, antiquários, galerias de arte, restaurantes. Outra ideia é construir apartamentos de alta categoria para serem alugados a turistas, por temporada ou períodos mais breves. O Largo do Boticário, o Beco e as casas tombadas na Rua Cosme Velho estão sofrendo por ficarem vazias, quando, na realidade, é difícil hoje em dia serem ocupadas por uma família só’.”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Rio/ Ancelmo Gois/ 14/09/12