O caderno Serra publicou em reportagem: “O município de Petrópolis, cujo título de Cidade Imperial ajuda a aquecer o turismo e a economia, padece do mal de não cuidar de seu patrimônio. A herança que deveria ser preservada com muito zelo é muitas vezes deixada ao léu. Segundo a presidente da Associação de Moradores e Amigos de Petrópolis (AMA-Petrópolis), Myriam Born, casarões históricos espalhados por diversos bairros da cidade encontram-se em mau estado de conservação. Dentre eles, a organização acredita que 17 imóveis corram mais risco de ruir. De acordo com Myriam, a AMAPetrópolis entregou a lista completa de todos eles ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) há dois anos, mas, nenhuma medida de precaução foi  tomada. — O crescimento desordenado da cidade e a especulação imobiliária têm feito com que as construtoras derrubem prédios históricos para levantarem construções de quinta categoria.  Estamos perdendo, aos poucos, as características urbanísticas da cidade, e ninguém toma uma providência — reclama Myriam”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Serra/ Reportagem: Natasha Mazzacaro/ 03/08/13