O site da Casa Vogue publicou em matéria: “Aos 87 anos, ganhador de prêmios mundiais como o Pritzker, em 2006, e criador de extensa obra reconhecida internacionalmente, o arquiteto Paulo Mendes da Rocha é um profissional que evita rótulos, por mais que eles o coloquem no patamar mais nobre da arquitetura nacional. Ao que parece, ele vive em constante recriação e não pensa em se aposentar tão cedo – se for para fazer isso, Vitória, no ES, terá de volta um cidadão ilustre (Paulo nasceu lá). “A ideia de parar fica como um problema para os outros. Se eu parar, não vou perceber mais nada.” É por essa visão peculiar, que se faz notar até hoje em seus projetos, no Brasil e fora dele, que Paulo é presença confirmada em um talk sobre arquitetura, na programação do Casa Vogue Experience. “Criar um projeto nunca foi fácil como alguns querem fazer parecer. Pode-se elaborar o projeto na hora que te propõem. Mas o fato é que aquilo tem sido difícil nos últimos anos. Não se faz nada, a não ser com aquilo que se sabe e com o que faz parte do seu inconsciente. Isso quer dizer que quando você viu uma coisa e gravou, houve o interesse, a intriga. No momento oportuno, esse fato aparece como contribuição ao seu saber fazer””. Leia mais no site.

Fonte: Casa Vogue/Reportagem: Carol Scolforo/19/10/15

http://casavogue.globo.com/Casa-Vogue-Experience/noticia/2015/10/um-bate-papo-com-paulo-mendes-da-rocha.html