O caderno Rio publicou em reportagem: “Sem hierarquias e na onda do espírito coletivo, uma nova geração de profissionais cariocas — incomodada com a ausência de debates sobre as  transformações urbanas em curso — resolveu agir. No final do ano passado, os arquitetos Hugo Rapizo e André Almeida, o designer gráfico Vitor Sento Sé e o fotógrafo Marcelo Braga criaram o Simplicidades, um coletivo voltado para incentivar o pensamento urbano criativo. A proposta é conectar pessoas que lancem um novo olhar sobre o Rio, principalmente do ponto de vista da  arquitetura e do urbanismo. A primeira grande iniciativa está em andamento. É uma espécie de concurso, batizado de Chamada Criativa. O quarteto está recebendo trabalhos, já publicados ou não, até o dia 30. O importante é que abordem questões reais e atuais para o carioca. O que vale é pensar, discutir, ter ideias sobre todo o Rio. Formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ, Hugo Rapizo, de 28 anos, enfatiza que o foco é participar das mudanças: — Quantas ideias sugeridas pela população poderiam ser aproveitadas e implementadas pelos gestores públicos e pelas empresas responsáveis pelas obras e intervenções urbanas? A derrubada da Perimetral, por exemplo, foi imposta, sem chance de discussão”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Rio/ Reportagem: Jaqueline Costa/ 10/03/13