Segundo nota da coluna do Ancelmo Gois, “o desembargador Wagner Cinelli de Paula Freitas, da 17ª Câmara Cível do TJ do Rio, autorizou o prosseguimento da construção do polêmico píer em Y, que a Docas quer erguer entre os armazéns 2 e 3, na Zona Portuária do Rio. O magistrado suspendeu a decisão da 15ª Vara de Fazenda Pública que paralisou o projeto, acatando uma ação popular proposta pela deputada Aspásia Camargo. Muitos arquitetos e urbanistas se opõem ao plano de construção de um novo atracadouro no local”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O globo/ Rio/ Ancelmo Gois/ 26/01/13