O caderno Rio divulgou em matéria: “Uma pracinha com coreto, clima de interior e cercada de prédios antigos bem no Centro do Rio. Parece imaginação ou coisa dos tempos da vovó. Mas esse lugar existe, sim, e se chama Praça da Harmonia (ou, oficialmente, Praça Coronel Assunção), na Gamboa. No boca a boca, esse pedaço da Zona Portuária vem despertando a atenção dos cariocas pelas festas e movimentos culturais que passou a abrigar”. De acordo com a reportagem, a praça abriga “um dos prédios do Moinho Fluminense, todo de tijolinhos como as construções industriais inglesas do século XIX; o edifício modernista do Albergue da Boa Vontade, de Affonso Eduardo Reidy e Gerson Pinheiro; e um conjunto de sobrados do início do século XX em estilo eclético. Alguns deles abrigam autênticos pés-sujos, frequentados à noite. A arquiteta Liana Brazil, que levou há três anos para a área a produtora SuperUber (que também tem escritório em Nova York), se derrete quando fala da praça: — Além de lindinha, ela tem muita coisa legal feita pelos moradores. Tem bloco de carnaval, festa junina com bandeirinhas… Não existe praça mais no Rio assim, com coretinho no meio e construções históricas ao redor”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Rio/Reportagem: Ludmilla de Lima/07/07/14