Alemão nascido na cidade de Colônia, Klaus Schneider viveu no Brasil parte de sua adolescência, voltou para a terra natal para estudar Filosofia e Línguas Romanas, trabalhou como livreiro e diretor comercial de editoras na Alemanha e na França e voltou para o Brasil em 2000 por amor, não só ao país, mas por uma artista plástica que ajudaria a despertar o que seria sua nova profissão. Klaus sempre teve o trabalho com a madeira como hobby, mas foi ao receber da Interni o pedido de um móbile que desenvolveu a técnica e começou a fazer as peças que são um grande sucesso.

Madeira ebanizada e pedras são a matéria prima dos painéis, esculturas e móbiles criados por Klaus, sendo os últimos as peças mais procuradas. Só dos “redondos”, que é como ele chama as mandalas em círculo, ele já vendeu mais de 500 peças. E cada uma é única, já que cada parte do processo é feita à mão. “Primeiro eu maltrato o cedro, serrando, furando e queimando. Depois vem a parte do carinho, em que lixo, limpo, encero e lustro. Por fim, monto o móbile com o alinhamento”, explica ele. As peças maiores podem levar até 10 dias para serem criadas.

As peças de Klaus estão à venda em várias lojas em diversas cidades do país, mas uma visita ao ateliê é mais do que recomendável, porque além de conhecer o trabalho de perto, o espaço conta também com os trabalhos de Monica Carvalho (https://radardecoracao.com.br/05/talento-e-consciencia-ambiental/), esposa dele, compondo uma verdadeira galeria. “Nossas peças são nossos filhotes, ou será para os artesãos e artistas o lance da sobrevivência após a morte?”, finaliza Klaus mostrando grande dedicação e amor pelo ao que faz.

Ateliê:
R. Maestro Francisco Braga, 442/101, Bairro Peixoto
Tel: 2547.9989/ 2547.9959

http://www.klausschneider.com.br/pt/