De acordo com matéria da Revista, “não tem uma visita que chegue à casa da aposentada Maria Lazlo, de 80 anos, que dispense uma resenha sobre o elevador do prédio onde ela mora. “Viajar” da portaria ao seu andar no meio de transporte (considerado o mais seguro do mundo, diga-se) com paredes de madeira pintadas de grená e verde, sancas douradas, banquinho de couro, tapete persa e porta pantográfica dourada é, como andam dizendo muito por aí, uma experiência. — As pessoas ficam admiradas porque tem banco dentro do elevador. É raro mesmo encontrar um modelo como este — observa Maria, moradora entre idas e vindas do Edifício Milton, vizinho ao Hotel Glória, desde 1963. Construído em 1929 pelo arquiteto Adolpho Dourado Lopes, o prédio de estilo renascentista não tem apenas a fachada tombada — todo o seu interior ( hall e elevador) é preservado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Revista O Globo/Reportagem: Carolina Ribeiro/29/03/15