A Casa Claudia trouxe em matéria: “Foi o muro lateral, forrado de hera, que, de cara, encantou o casal na primeira visita à morada, posta à venda num condomínio. O terreno era pequeno, e a construção, antiquada, mas a sensação de viver em maio ao verde era exatamente o que eles sonhavam. Resolveram fechar negocio e mudar imediatamente para o novo endereço sem mexer em nada. Passaram-se dois anos, e eles descobriram que seriam pais de uma menina. Aí, o desejo de reformar bateu forte. Procuraram o arquiteto Erick Figueira de Mello e contaram sobre o projeto que já haviam desenhado na cabeça”. Leia mais na Casa Claudia de janeiro.

Fonte: Casa Claudia/Reportagem: Simone Raitzik