De acordo com duas notas da coluna Gente Boa, “por causa da lei de sombreamento, a“casa de pedra” da Avenida Atlântica não vai mais virar hotel. “Essa lei inviabilizou o projeto”, diz o proprietário, Omar Peres, que vai construir ali um prédio com a metade da altura do projeto original — ao invés de 12 andares, ele terá seis. “Vai ser um prédio residencial de luxo, com serviços. Serão 40 apartamentos de dois quartos”, conta o empresário. Contratada para criar o hotel, a arquiteta iraquiana Zaha Hadid continua no projeto, que agora passa por uma reformulação — “mas a piscina com borda infinita na cobertura permanece”, garante Omar. Zaha é a primeira mulher a receber o Pritzker (em 2004), considerado o prêmio Nobel da arquitetura mundial”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Segundo Caderno/Gente Boa/04/06/14