De acordo com reportagem da Revista, “o carioca, ninguém duvida, adora viver ao ar livre. Mas, quando volta para casa, carrega para o seu lar, doce lar, um pouquinho do clima da praia onde passou o dia, da pedalada à Vista Chinesa, do amor pela natureza. Assim, na decoração, um deque de madeira reforça a ligação com o mar, bicicletas são incorporadas ao jardim e o verde-água entra na paleta de cores dos acessórios pelo simples fato de conferir frescor ao ambiente. — O carioca se apropria de todas as ferramentas possíveis para fazer com que os recursos naturais estejam mais perto, ou seja, dentro de casa — observa a arquiteta Lia Siqueira, que assina o projeto da cobertura que estampa a capa desta edição especial da revista. Mas nem só o que o Rio tem de mais inspirador alimenta a decoração ligada à cidade. A preocupação com a economia no consumo de água e com a crise financeira, por exemplo, está refletida nas casas dos cariocas e em projetos apresentados nas principais mostras sobre o tema: a Casa Cor, que terminou no último dia 13, na Villa Aymoré, na Glória, e a Morar Mais Por Menos, que vai até 2 de novembro, na sede do Clube de Regatas do Flamengo, no Leblon. Nas 20 tendências listadas por arquitetos, decoradores e paisagistas ouvidos para esta reportagem, há ainda curiosidades como uma estante projetada sob medida para o bel-prazer dos gatos, o uso de espelhos redondos (até na cozinha!) e a bicicleta é assumida de vez na decoração”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Revista O Globo/Especial Decoração/Reportagem: Joana Dale e Carolina Ribeiro/25/10/15