A coluna Histórias Cariocas informou em nota: “Pelos próximos quatro meses, o carioca terá de driblar tapumes quando for ao Mirante da Vista Chinesa, na Floresta da Tijuca, de onde se avista a cidade a 380 metros de altura. Madeirames já escondem parte da beleza do monumento, sem no entanto impedir sua visitação. Fez-se necessária uma reforma, que vem sendo apresentada pela prefeitura como a maior desde a inauguração, em 1903. Orçada em 415 000 reais, a obra deve acabar com os estragos causados por materiais inadequados usados em restaurações passadas, feitas no estilo tapa-buraco. A cor do pagode também mudará: sai o amarelo, entra o verde. Em destaque os três principais problemas”. Leia mais na Veja Rio.

Fonte: Veja Rio/ Histórias Cariocas/ 27/01/13