O site da Bamboo publicou em matéria: “Arquiteto e urbanista, washington fajardo é presidente do instituto rio patrimônio da humanidade e escreve sobre a nova orla: ‘ela vai integrar a cidade com um presente melhor e um futuro mais humanoEm 1978, finalizou-se a obra do elevado da Perimetral, colosso da engenharia nacional e do urbanismo modernista, ligando o final do aterro do Flamengo, próximo ao aeroporto Santos Dumont, até o final da avenida Rodrigues Alves, também conhecida como avenida do Cais do Porto.

São mais de 5 km de pista expressa de veículos passando sobre sítios que contam a história do Brasil: destruindo o magnífico edifício do mercado municipal, deixando como vestígio apenas uma de suas quatro torres, atualmente restaurante Albamar; passando sobre a praça Quinze, local do Paço Imperial, da igreja da Nossa Senhora do Carmo, onde sagraram-se os imperadores brasileiros; defrontando a catedral da Candelária; contornando o mosteiro de São Bento; sobrepujando a avenida do Cais do Porto; arrancando árvores; e amalgamando-se aos armazéns, onde os pilares do elevado rasgaram beirais, ocultaram belas fachadas
e trouxeram sombra e escuridão aos dias e registros luminosos do centro histórico.

Fonte: texto washington fajardo, fotos divulgação/prefeitura do rio de janeiro

Leia mais no site:

http://bamboonet.com.br/posts/arquiteto-e-urbanista-washington-fajardo-e-presidente-do-instituto-rio-patrimonio-da-humanidade-e-escreve-sobre-a-nova-orla-ela-vai-integrar-a-cidade-com-um-presente-melhor-e-um-futuro-mais-humano