O Morar Bem Online informou em matéria: “Embora seja o lugar onde as crianças estão mais protegidas, o ambiente doméstico guarda muitos riscos, que, na maioria das vezes, não são aparentes. Escadas, quinas quadradas dos móveis, vasos sanitários sem travas, janelas, baldes e tomadas são alguns dos grandes vilões, apontam as enfermeiras Fernanda Papa de Campos e Andréa Porto da Cruz, da Nantú Consultoria. Fernanda e Andréa explicam, por exemplo, que um balde com apenas dois centímetros de água é suficiente para representar problemas para uma criança menor de dois anos. Assim como, lembram, uma descarga elétrica através de uma tomada. Portanto, prevenção é o melhor recurso. Mas uma casa segura, de fato, não significa um lar bagunçado ou sem estilo. Pelo contrário. Para a arquiteta Luciana Machado, é possível conciliar uma boa decoração e design com proteção. — Não mudo nada em relação à construção de uma casa. Faço o projeto pensando na possibilidade de usar grades em alguns locais, como escadas e ao redor da piscina. As telas também são essenciais para quem vive em apartamento. Vale colocá-las na cama, pois é super prático e evita sustos — diz a arquiteta. Leila Bittencourt, arquiteta e dona da Oba!, loja especializada em móveis para o público infantil, destaca, ainda, a quina dos móveis como um dos pontos mais importantes para segurança dos pequenos. A opção dela é pelas arredondadas e moderninhas. — A escolha de um material mais atual, como o topo de compensado, assim como um pouco de cor, ajudam a fazer uma quina mais descolada”. Leia mais no Globo Online.

Fonte: O Globo/Morar Bem/Reportagem: Raphaela Ribas/01/07/14

http://oglobo.globo.com/economia/imoveis/veja-como-deixar-sua-casa-estilosa-segura-para-as-criancas-13093284