A coluna Estilo publicou: “Criadas nos tempos em que Luís XIV ainda reinava na França, as namoradeiras vêm ajudando, há pelo menos quatro séculos, alguns dos homens mais tímidos do mundo a perderem a vergonha e se aproximarem de suas musas inspiradoras. Este móvel, que não é nem bem um sofá nem uma cadeira, acomoda perfeitamente dois pombinhos num assento só e é uma ótima pedida para curtir o Dia dos Namorados”. Entre os destaques, balanço Family Office, com corda náutica, e Chaise Goa de fibra dupla, na Tidelli; namoradeira Siri, assinada por Cláudia Moreira Salles, na Arquivo Contemporâneo; namoradeira indiana da Gajah; namoradeira Talaga, de rattan, na Balai; namoradeira Maitê estofada com linho, na Domme; e modelo Wallen, à venda na Artefacto Beach & Country; modelo de casal da Trapiche Carioca. Leia mais no jornal O Globo.

O Globo/ Barra/ Reportagem: Natasha Mazzacaro/ 09/06/13