A revista Bamboo deste mês publicou em reportagem: “Até alguns anos atrás, na maioria das vezes em que mídia não especializada abordava o assunto desig, ela acrescentava a qualificação “arrojado”. O adjetivo parecia vir colado ao substantivo, como almas gêmeas inseparáveis. Penso que essa confusão pode ser explicada, em parte, pelo fato de muita gente relacionar a atividade design a uma linguagem com apelo necessariamente tecnológico e que faz uso de materiais predominantemente industriais, tais como os metais e os polímeros.”

Fonte: por Adélia Borges /  Revista Bamboo Julho