A Revista informou em matéria: “A carioca Joana Angert, de 34 anos, nasceu em berço de acrílico. No final da década de 1970, seus pais comandavam a empresa Acrilo num galpão em Santa Teresa, onde confeccionavam acessórios para banheiros. Há sete anos, já formada em Desenho Industrial, a moça tomou a frente da oficina e deu novos rumos ao negócio: hoje, o carro-chefe da casa são molduras e montagens para obras de arte. Nelson Leirner, Antonio Dias, Laercio Redondo, Carlos Vergara, Raul Mourão e Marcos Chaves, além de galerias e colecionadores, integram a sua lista de clientes”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Revista O Globo/Reportagem: Joana Dale/23/03/14