O caderno Ela publicou em reportagem: “Durante a adolescência, Juliana Hue, 34 anos, tinha uma mania: copiava quadros famosos com canetas tipo Bic. Começou com Van Gogh e não parou. Desenhava assistindo televisão, estudando para uma prova — era tudo meio sem perceber. Mas ela teve a quem puxar: Juliana é neta do arquiteto e sociólogo Jorge Hue, que é daqueles que anda com caneta no bolso da camisa. — Meu avô não deixa um papel branco, rabisca em tudo. Quando percebo, ele já desenhou algo lindo. É inspirador, sem dúvida — conta ela. — E pensar que tem 91 anos. Quero aprender muito com ele. Conversamos sobre tudo: de novela a um artista pouco conhecido do século passado”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Ela/Reportagem: Lívia Breves/03/01/15