Segundo nota da coluna Gente Boa, “a Marina da Glória passará a ser aberta ao público após as Olimpíadas. A revitalização, que deve ser concluída em 2017, inclui uma esplanada gramada até a ponta da enseada, aproveitando a área asfaltada usada hoje em eventos. Nos jogos, o espaço abrigará estruturas provisórias das provas de vela. Depois, vai ser liberada à circulação a pé ou de bicicleta. A esplanada poderá continuar a receber eventos, mas sua aprovação por órgãos de patrimônio ficará ainda mais restrita. “A ideia é que o espaço seja público, pois tem uma das vistas mais lindas do Rio”, diz Washington Fajardo, presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade. Essa é uma das decisões da comissão coordenada por Fajardo para dar as diretrizes da reforma da Marina. Boa parte do estacionamento deixará de existir. A área será retirada da concessão, assumida pela BR Marinas das mãos do empresário Eike Batista. Prefeitura e Iphan querem a retomada do projeto original de Afonso Eduardo Reidy. A planta, de 1965, previa ali um bosque e um lugar para piqueniques. A reforma deve ser feita até julho de 2015”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Segundo Caderno/Gente Boa/30/03/14