De acordo com matéria da Revista, “enquanto emaranhados de lâmpadas piscam sem parar (ora todas juntas, ora alternadas) em pinheiros artificiais e varandas trabalhadas com temas natalinos, arquitetos como Miguel Capanema, Gabriela Campos e Paula Morolli bolaram soluções arrojadas para aproveitar as luzinhas. Quer ver? Gabriela arrumou três portes de vidro com formas diferentes: um decanter, uma garrafa de licor e um suporte de bolo, e, em cada um, usou uma cordinha branca de pisca-pisca. Um truque para dar firmeza foi colocar pedrinhas de sal grosso no fundo dos potes. A ambientação ganhou uma bossa com um trio de velinhas e um rena de louça”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Revista O Globo/Reportagem: Carolina Ribeiro/21/12/14