O Jornal de Bairros O Globo Zona Sul publicou reportagem sobre o Solar Grandjean de Montigny, prédio tombado pelo Iphan. De acordo com a matéria, o solar, “exemplo da arquitetura neoclássica brasileira e tombado pelo Iphan em 1938, é uma preciosidade escondida no campus da PUC-Rio, na Gávea. Construído pelo arquiteto francês que lhe empresta o nome, em torno de 1826 (não se sabe ao certo), o prédio guarda uma biblioteca com títulos do século XIX e o acervo artístico da instituição. Na década de 1980, virou centro cultural e, no ano passado, passou a ser chamado de  museu universitário. Pela terceira vez em sua história, o prédio, cujas estruturas sofrem com a umidade típica da Gávea, está fechado para obras gerais de conservação. Por enquanto, não há data prevista para a reabertura”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Jornal de Bairros Zona Sul/ Reportagem: Clara Passi