A Revista divulgou em reportagem: “Trocar um puxador sem graça de um gaveteiro por um modelo de cerâmica com bolinhas ou flores, um de resina pintado à mão ou um de vidro é um recurso perfeito para quem quer dar uma guaribada num móvel encostado há tempos, sem precisar sujar as mãos de tinta. Além de ficar charmosos, armário, cômoda e até portas de correr parecem novos. — Existem algumas situações em que gosto de trocar os puxadores. Como muitos armários são lisos, uma peça bacana dá personalidade. Em portas de correr, puxadores de cristal ou porcelana dão uma bossa — comenta o arquiteto Thoni Litsz, que destaca, ainda, o uso da peça em móveis repaginados. —É a forma como mais utilizo o acessório, em peças antigas”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Revista O Globo/Reportagem: Carolina Ribeiro/12/10/14