O blog da Lu Lacerda publicou coluna de Márcia Müller: “Aproveitar uma vista é como ter um quadro  vivo em casa. Muitas vezes é preciso que o arquiteto estude bem a insolação para avaliar a abertura. Ninguém quer ter no Brasil um local onde a temperatura aumente  por causa de uma vista. Então, quando se coloca uma abertura com uma janela ampla, é preciso um estudo de avaliação do seu arquiteto para verificar os benefícios. Adoro trazer a vista para dentro de casa. Com a nossa luminosidade e natureza exuberante, aproveitar uma vista traz para dentro da casa um espetáculo único para nós, privilegiados que vivemos num país tropical. A vista, muitas vezes, funciona também como um rebatedor de luz e de  cor. Em meus projetos, avalio sempre um local indevassável para o morador e também uma posição favorável com o sol. Sempre que posso, uso e abuso dessas aberturas. Mostro  três  projetos que fiz um em Angra com uma vista do mar  e montanha no quarto, outro no Rio, na Gávea, que traz a floresta tropical para dentro do escritório, e o outro também no Rio, no Leblon, que traz para dentro do quarto a Pedra do Leblon. Trazer a natureza para dentro de casa é uma sensação única e especial, e que valoriza qualquer local da sua casa”. Leia mais no blog.

Fonte: Lu Lacerda/ Em Casa/ 16/07/13

http://lulacerda.ig.com.br/em-casa-por-marcia-muller-um-quadro-vivo/