De acordo com nota da coluna Gente Boa, “as dívidas de imóveis históricos transformados em espaços culturais podem ser perdoadas. O secretário de Patrimônio Washington Fajardo estuda projeto de lei, impressionado com a péssima situação do casarão de Cândido Portinari, no Cosme Velho. João Cândido Portinari, filho do artista, quer transformar a casa em escola de arte para alunos da rede pública. Já há patrocinador para a restauração, mas o imóvel tem uma dívida de R$ 400 mil. João Cândido chegou a propor à prefeitura o pagamento com a doação de catálogos de Portinari, que  seriam repassados às bibliotecas”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Segundo Caderno/ Gente Boa/ 19/02/13